O que é Ilustração?

[slideshow_deploy id=’991′]

 

 

Ilustração, a princípio, pode ser todo meio de comunicação não verbal com o poder de ornamentar ou elucidar um texto escrito.

 

Independente de técnica e estilo, uma imagem é considerada ilustração a partir do momento em que conseguir transmitir uma ideia ou uma mensagem. Também é sinônimo de conhecimento, de saber.

 

Em uma ilustração podem estar escondidos inúmeros elementos que reforcem a mensagem a ser  transmitida: estilo, técnica, cores, formas, expressões ou mesmo o conjunto do trabalho.

 

A grande diferença entre desenho e ilustração é que, enquanto o primeiro pode ser considerado um ato instintivo, surgido da necessidade expressiva do autor, o segundo é uma forma exata de comunicação e obrigatoriamente transmite alguma ideia ou conceito. Uma ilustração se comunica com as pessoas; um desenho, não necessariamente.

 

A ilustração pode ser usada de diversas formas no mercado consumidor. Clique aqui para ver uma tabela com alguns exemplos:

 

1)Ilustração Jornalística:

  • Charge
  • Caricatura
  • Cartum
  • Mancha de caso policial
  • Ilustração de matéria
  • Infográfico
  • Vinheta
  • Rodapé
  • Tira de jornal

 

 

2)Ilustração Editorial:

  • Infantil
  • Infanto-juvenil
  • Adulta

 

 

3)História em Quadrinhos:

  • Infantil
  • Juvenil
  • Adulta

 

 

4)Ilustração Científica:

  • Botânica
  • Biológica
  • Astronômica
  • Paleontológica
  • Mecânica
  • Tecnológica

 

 

5)Ilustração Publicitária:

5.1)Layout:

  • Mancha de anúncio
  • Mancha de Storyboard
  • Layout/estudo para ilustração

5.2)Arte-final:

  • Estilizada
  • Vetorial
  • 3D
  • Hiper-real
  • Autoral
  • Cômica
  • Infantil

 

 

6)Vinheta

 

 

7)Logotipo

 

8)Personagem:

  • Criação
  • Desenvolvimento de universo do personagem
  • Conceitualização do personagem
  • Model Sheet
  • Style Guide

 

 

9)Animação:

9.1) Tradicional:

  • Cômica
  • Realista
  • Estilizada

9.1) 3D:

  • Realista
  • Cômica
  • Estilizada
  • Hiper-real

 

Podemos também levar em consideração que uma ilustração possui duas características básicas: estilo e técnica.

 

O estilo é uma espécie de assinatura visual de uma arte qualquer. Por exemplo: Renoir tinha um estilo de trabalho completamente marcante e o seu trabalho realizado durante toda a sua vida se diferencia do trabalho de Van Gogh, que por sua vez também tinha um estilo igualmente marcante.

 

No caso de uma ilustração o estilo não deve ser desenvolvido apenas para identificar um autor, mas deve, antes de mais nada identificar um produto ou empresa perante o seu público. Por isso uma empresa concorrente, ao realizar um trabalho de comunicação não deve jamais utilizar o mesmo estilo de seu concorrente, para que o seu público saiba com clareza de que se trata de uma ação de uma determinada empresa e possa formar o conceito sobre ela com maior clareza.

 

A técnica já é mais voltada para direcionar um trabalho para o seu público e o meio de comunicação que a ilustração irá atuar. Um público jovem terá maior identificação com ilustrações feitas em técnicas digitais. Já um público mais adulto sente maior identificação com trabalhos em técnicas mais tradicionais.

 

Uma ilustração que for feita para ser estampadas em meios de comunicação impressos, precisarão ter cores mais rebaixadas pelo sistema de impressão, já se for utilizada em TV ou internet, poderá ser feita com cores mais vivas, aproveitando as gamas de cores do sistema dos monitores. Uma ilustração feita para adesivagem precisará ter algumas limitações com relação a mistura de cores. Ilustrações que serão aplicadas em tecidos, couro, madeira, etc. precisarão igualmente ter uma técnica que permita sua impressão.

 

Dessa maneira, se faz extremamente importante trabalhar com as variantes que um trabalho de ilustração com sabedoria. Tudo isso faz com que as possibilidades do trabalho ilustrado possa ser muito mais rico do que o resultado de uma fotografia.

 

<- Voltar