Utilidade

[slideshow_deploy id=’963′]

 

 

Existe muita informação desencontrada sobre a utilidade da ilustração no contexto mercadológico, o que gera muitas dúvidas:

 

– Para que serve uma ilustração?

– Ilustração ajuda a vender?

– Ilustração não é coisa para criança?

– Ilustração é arte?

– Em que uma ilustração pode ajudar minha empresa?

 

A ilustração serve, antes de mais nada, para fortalecer e até mesmo mostrar de maneira visualmente direta a aplicação de conceitos e ideias. Ela funciona como mecanismo inconsciente, pois faz com que o público relacione-a automaticamente a mensagem a ser transmitida.

 

Obras como A Criação de Adão (de Michelangelo), A Liberdade Guiando O Povo (de Delacroix), A Pomba da Paz (de Picasso), As Quatro Liberdades (de Norman Rockwell), entre outras, são grandes exemplos que aludem a conceitos, ideias, princípio e mensagens – ou seja, os ilustram.

 

A utilização deste recurso é uma forma de dar a um produto, marca ou serviço esta mesma vitalidade e capacidade de ser lembrada e consolidada junto a seu público.

 

Uma ilustração, desde que bem aplicada a um produto, amplia o potencial de venda ao ponto de, somente o fato de um desenho ser lembrado, mesmo se não for mais visto, auxiliar por muito tempo o consumidor no momento da escolha.

 

A ilustração é tão variada quantos as mais diversas técnicas e estilos artísticos, podendo inclusive fundir todas elas, desde que com o objetivo de comunicar. Por esse motivo, ilustração é considerada arte aplicada.

 

Além disso, as ilustrações podem auxiliar as vendas de produtos para públicos de qualquer faixa etária, gênero e classe social. E para cada meio de comunicação e função de mercado existe um determinado estilo e linguagem indicados.

 

Este é o universo da ilustração: um instrumento que ajuda um produto ou serviço a se fortalecer no mercado, agregando a uma marca beleza, empatia, harmonia, emoção e fantasia.

 

<- Voltar